Imagem sobre a notícia AirBnB – Minha experiência na França

AirBnB – Minha experiência na França

26 de agosto de 2016

Viajar lowcost não é apenas uma necessidade, tem toda uma aventura por trás para conseguir as melhores pechinchas ou aquela oportunidade única de uma promoção em cima da hora. Você acaba viciando em procurar passagens nas madrugadas ou em ler blogs a procura de uma experiência que agregue à sua.

A criação de alguns serviços feitos por “gente como a gente” caiu no gosto da galera e impulsionou esse tipo de turismo. O aluguel de temporada é um deles. Já pensou poder ficar em uma casa/apartamento sem precisar de contratos com letras miúdas, cheque calção e outros pormenores que enfrentamos ao alugar algo, aqui no Brasil? Existem vários sites ofertando estes serviços (veja a relação de links no final do post), mas eu escolhi o AirBnB para a minha viagem de julho.

Comecei a planejar essa viagem há dois anos atrás. Na verdade, eu iria em julho de 2015, mas várias coisas aconteceram que resolvi adiar para o ano seguinte. Porém, contudo, entretanto, todavia, a ansiosa aqui fez a bendita reserva no AirBnB !!antes!! de comprar as passagens de avião e realmente ter certeza que ia. Em 2014/2015, a política do site era de pagamento exclusivo via cartão de crédito !!E!! na moeda local. Ou seja, paguei em dólar (conversão do cartão de crédito) e os chiants IOFs. Se não bastasse tudo isso, ainda foi à vista.

Eu já tinha a reserva financeira exata para pagar a hospedagem, mas ainda assim me deu um calafrio quando esvaziei minha poupança para pagar a fatura do cartão…. Após minha reserva (fiz no início de janeiro de 2015) veio a triste notícia dos atentados em Paris ao Charlie Hebdo. Meu coração se despedaçou. Dúvidas e incertezas pairavam entre mim e meus familiares. Em sequência, outros detalhes foram dando errado e entendi que eram sinais para não ir naquele ano. E como iria eu, a ansiosa que reservou sua “casinha de férias” sem ter passagem, escrever à Host explicando tudo isso, sabendo das regras rígidas de cancelamento?

Por sorte, a Madame Brigitte foi super cordial e compreensiva. Ela sugeriu adiar minha estadia para dali um ano sem custo adicional nenhum!

Chegou 2016 e claro que o destino mudou. Escolhi Vichy, como contei aqui, e eu deveria, de novo, escrever para a Mme. Brigitte avisando que não faria o curso em Paris, porém que ainda precisava de 4 dias na cidade luz (coisa que ela não tinha mais, visto que ela é considerada uma superhost e reservar com ela é TRÈS difficile).

A cordialidade da chère Madame veio de novo à prova e ela anulou a política rígida de cancelamento, levando em consideração que a avisei com antecedência e tinha motivos contundentes. Alors, recebi TODO o dinheiro de volta. TO-DO. #rycaaaahhh

Aí meus momentos de “sorte” começaram a acontecer: dólar aumentara em quase R$0,60, então no final das contas, o dinheiro gasto foi um investimento, pois rendeu mais se tivesse ficado na poupança. Até mesmo depois de ter pago a taxa de “saque no exterior”, que é referente ao valor estornado de uma compra que você recebe como crédito na sua fatura no valor da moeda estrangeira. Afinal, não seria Brasil sem novos impostos, n’est-ce pas?

Encontrei a Claire e seu super quarto com disponibilidade para a época que fui. Super atenciosa, conversamos por whatsapp e acertamos os detalhes da estadia.

Outra “sorte”: o site mudara a política de pagamento e agora boleto, débito e até parcelamento eram aceitos. Ufa, um imposto a menos!

Cheguei na minha “casinha de férias” por volta das 17h e a chave estava com o concierge (porteiro), que foi muito gentil ao me ajudar subir a mala. Após uns 40 minutos, ela chegou e mostrou-me as regras da casa, como usar o banheiro, o mini fogão na mini cozinha e a geladeira, com prateleiras divididas para as minhas compras e as dela.

Aconselho sempre perguntar sobre tudo isso antes de fechar acordo com o Host. Verifique se o local tem as facilidades que você procura (WiFi, toalhas, roupa de cama, elevador, aquecedor…), além da boa localização e boa avaliação dos usuários. Leia o máximo de comentários que puder.

Quando vi o quarto, era melhor que o da foto. Cumpria com todos os requisitos! Fiquei muito satisfeita pois apesar de ser em um bairro mais afastado, tem estação de metrô há 3 quadras, e é da linha 8, com a qual você pode fazer várias conexões para chegar aos pontos centrais. Segue a única foto que ficou salva no meu drive, pois o aplicativo usado bugou antes de dar tempo de salvar um backup =/ A foto do banheiro é do anúncio dela, mas é fiel à realidade.

A rua Faubourg Saint-Antoine é cheia de lojas, bares, restaurantes, pâtisseries… Eu nem usei a cozinha da casa dela, pois logo em baixo tinha uma pequena quitanda onde comprava frutas, iogurtes, croissants toda vez que chegava, mesmo se fosse mais de 10 horas da noite.

Paguei 35€ por noite, o que para Paris é preço de albergue quarto misto, banheiro compartilhado, ainda mais em julho com a Euro Copa acontecendo na cidade. Preço justíssimo.

Então se você se animou com a ideia de um aluguel de temporada e ainda não se cadastrou no AirBnB, clique aqui e faça seu cadastro! Através desse link nós dois podemos receber descontos em hospedagem =D =D =D

E não esqueça, se precisar de assessoria para escolher bairro, anfitrião, média de preços, ou quer compartilhar sua experiência, deixe seu recadinho ali em baixo <3.

Mais links importantes para escolher sua “casinha de férias”:

Cadastrar-se no Air BNB: Ganhe desconto na sua primeira hospedagem cadastrando-se aqui.

AirBNB da Claire: Perfil clique aqui, anúncio do quarto clique aqui.

AirBNB da Madame Brigitte: Perfil e anúncio clique aqui.

Site Aluguel de Temporada: confira aqui.

Site VRBO: confira aqui.

Site HomeAway: confira aqui.

Site TripAdvisor: confira aqui. Esse nem precisava de link né? Rs

Site Guest Apartment Paris: confira aqui.

Comments

comments

Daniela Santos

Daniela Santos

  1. Lucas disse:

    Boas dicas, Dani!

    1. Obrigada Lucas!! Que bom que você curtiu!

  2. Nick disse:

    Super post! Amei!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre

Daniela Santos

Daniela Santos

Minha vida já deu muitas voltas, já morei em 3 cidades brasileiras diferentes, já viajei para lugares que nem meus pais dormiram ao saber da aventura. E não quero parar! Compartilho agora com você minhas aventuras, visões e experiências para que esse mundo lindo, cheio de diversidade, que nos transforma em alunos da vida seja fascinante e inspirador para você também.

Leia Mais

Pinterest