Imagem sobre a notícia Restaurante 58 da Torre Eiffel: vale a pena?

Restaurante 58 da Torre Eiffel: vale a pena?

17 de janeiro de 2017

Eu nunca tinha subido na Torre Eiffel. Oui oui, je sais… Mas eu sempre ia sozinha. E ir somente pela vista não era meu objetivo.

A torre tem um lugar especial no meu coração e essa era uma das experiências que não gostaria de passar sozinha, afinal já foram tantas aventuras toute seule!!

Mas em dezembro lá fomos nós! Com um grupo super especial, chegamos na cidade Luz e a primeira coisa que fizemos foi almoçar na Torre.

Chegamos de manhã, pelo aeroporto de Orly e nos hospedamos no Mercure Tour Eiffel, o que ajudou MUITO na logística check-in – deixar malas no quarto – almoço às 13:30.

Compramos os ingressos com antecedência pelo site do próprio restaurante e assim garantimos uma subida sem filas e uma mesa reservada para 12 pessoas, prontinha para nos receber.

Com relação a compra de ingressos: Muito tranquilo! Você recebe um voucher no seu e-mail com o total de ingressos adquiridos. Imprima o voucher e 30 minutos antes do horário reservado (que pode ser 12:00 ou 13:30 para o almoço) vá até o guichê para trocar os vouchers pelos bilhetes.

Este guichê do próprio restaurante fica em baixo da torre, na lateral central. Lembre-se: para ter acesso a este espaço você passa por uma fiscalização. Eles vão revisar sua bolsa e passar o detector de metais, portanto NÃO LEVE GARRAFAS DE PLÁSTICO OU OUTRO RECIPIENTE COM BEBIDAS. Eles vão pedir para jogar fora.

Após pegar seus bilhetes, procure a fila que passa por mais uma fiscalização, desta vez sua bolsa passará por um Raio-X. Ela te levará diretamente ao elevador de quem fez a reserva no 58, e este é um dos motivos pelo qual vários turistas escolhem o restaurante: você praticamente pula a fila de entrada e vai direto ao primeiro andar.

Lembrando: fomos em dezembro, baixa temporada, talvez no verão esta subida seja um pouco mais demorada.

Ao chegar no restaurante fomos super bem atendidos, nosso serveur ( leia sêr.vérr ; garçom em português) era muito prestativo e gentil com todos. Você deve escolher uma opção de entrada, prato principal e sobremesa do menu do restaurante.

A cada dois anos o Chef Alain Soulard (pupilo de Alain Ducasse) muda o menu. Neste que está em vigor no momento, escolhemos como opção:

1- Entrada: salada de endívias e queijo Bleu (deliciosa, mas as endívias são folhas bem amargas), salada fria de camarão picante (pouco picante), sopa de lentilhas (bem condimentada! esta foi a minha escolha, vem com crutons), tábua de queijos.

2- Prato principal: massa com peixe branco (Hadock – massa no ponto, molho suave de ervas na manteiga), filé de truta com legumes ao molho (molho tradicional francês, feito com frutos do mar) e o Beuf Bourgignon (hiper macio, acompanhado de purê de batatas e cogumelos)

3- Sobremesa: salada de frutas da estação, creme de queijo estilo “coalho” com geleia de manga e maracujá, creme de papaia com cassis e o mais pedido de todos, o mousse de chocolate!

Ei! Tenho uma dica especial para você! Já conhece minha plataforma de ensino de francês? Nela você terá acesso a um conteúdo exclusivo para aprender frases RÁPIDAS e ESSENCIAIS para tornar sua viagem mais que especial, e transformar qualquer antedimento em experiência única! 

aprender francês online de forma divertida com músicas em francês

 

O prato principal é muito bem servido, e apesar das entradas e sobremesas parecerem pequenas, são suficientes.

Com este menu “pic-nic chic” você tem direito a uma bebida: suco de laranja, taça de vinho ou cerveja. Lembre-se que a água você pede uma carafe d’eau (leia ka.rra.fe – dô ; garrafa de água) que é gratuita. Ah! E a vista do restaurante é linda, da nossa mesa víamos o Trocadero.

Como estava muito frio lá em cima, demos a volta no primeiro andar, tiramos algumas fotos e voltamos para o hotel. Mas se você quiser ir até o segundo andar, tem uma lojinha para você comprar seu bilhete e subir atéee láa em cima.

Avaliação final: gostei muito da experiência, realmente a vista é linda (mas ainda prefiro a das torres da Notre Dame), o almoço é gostoso e o atendimento do lugar é fantástico.

Existe um outro restaurante na Torre, o Le Jules Verne, que fica no segundo andar. Este é bem mais caro e ainda não entrará para a minha check-list de “à visiter à Paris” =D

E você, já almoçou o jantou por lá? Conte-me sua experiência! Voltamos com o nosso box de comentários do wordpress ~ \o/ ~ assim fica bem mais rápido e fácil você deixar seu pitaco!

Ebaa! O leitor Henrique, que foi agora dia 31.01.2017, nos contou: “Não peguei fila para subir, estava tranquilo. Eu até iria reservar o almoço, mas fui na sorte e estava bem tranquilo. Não tinha ninguém bem dizer no restaurante. Eu não lembro quanto está no site para comprar; mas eu paguei no meu almoço o valor de 83 euros; e foi o mesmo cardápio que vc descreveu; apenas não comi as mesmas coisas que vc..kkk mas entrada; prato principal e sobremesa foi 27.50 … tomamos 2 mojitos 12 euros cada e uma Coca 4 euros..”

C’est chouette!! Comprando o antecipado fica 41 euros. Nesse valor está incluso o almoço com uma bebida e o valor para subir na torre até o primeiro andar. Então eu diria, se está tranquilo, se for baixa temporada, arrisque e faça como ele! Vai gastar um pouco mais devido o ingresso para subir até o último andar, mas ainda assim vai ser uma boa experiência. Merci Henrique!!

Bisous!

Dani

Ah e aproveite este infográfico que preparei especialmente para você <3

 

Post relacionados:

Hotel Mercure Torre Eiffel

Restaurante perto da Torre Eiffel

Roteiro para você tirar as melhores fotos da Torre

Curiosidade sobre as ruas de Paris – nomes e significados

Comments

comments

Daniela Santos

Daniela Santos

  1. Henrique disse:

    Olá, fui sem reserva. Resolvemos subir até o topo e depois paramos para almoçar. Recomendo. E nada caro. Vale a pena pela vista e atendimento.

    1. Que legal Henrique!!! Você poderia contar um pouco mais? =D Por exemplo: Que época você foi? Tinha muita fila para subir ou na lista de espera para o almoço?

      Adorei seu comentário, muito obrigada por compartilhar conosco!

  2. Cris disse:

    Oi, quando compramos antecipado, no final devemos pedir a conta igual?? e o valor do almoço ja vai estar descontado… como funciona a saída, finalização do almoço no restaurante?

    1. Oi Cris tudo bem? Se não houve consumo de bebidas além do que está no pacote (uma bebida por pessoa) é só sinalizar o “serveur (leia |sêRvéeRRR|)” que terminou sua refeição e pronto. Não precisa acertar mais nada. Porém, caso queira, pode-se deixar uma gorjeta sobre a mesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre

Daniela Santos

Daniela Santos

Minha vida já deu muitas voltas, já morei em 3 cidades brasileiras diferentes, já viajei para lugares que nem meus pais dormiram ao saber da aventura. E não quero parar! Compartilho agora com você minhas aventuras, visões e experiências para que esse mundo lindo, cheio de diversidade, que nos transforma em alunos da vida seja fascinante e inspirador para você também.

Leia Mais

Pinterest